CRENTE SANTARRÃO



TEXTO. 1Pe 1.13-23


 


Definição de ‘santarrão’. Aquele que finge santidade, falso devoto, o que acha que é mais santo do que os outros, o que não vê os seus próprios pecados.


 


OBJETIVOS


a) Mostrar que Deus não exige ser santinho nem santarrão, mas santo.


b) Lembrar que não adianta parecer santo; precisa ser na realidade.


c) Entender que todos pecam e são imperfeitos e carecem da graça de Deus.


d) Deixar claro que a verdadeira santificação é equilibrada.


e) Conscientizar de que precisamos buscar a santificação porque sem ela ninguém verá o Senhor.


 


INTRODUÇÃO. Estamos vivendo ainda na época em que muitos cristãos se consideram mais santos e espirituais do que os outros. Este estudo visa alertar para o perigo que correm os santarrões nas suas arrogâncias e orgulhos espirituais.


 


1. A SUA IGREJA É A ÚNICA QUE VAI PARA O CÉU


a) Às vezes até a igreja que congrega é tachada como fora dos padrões.


b) As demais igrejas não são arroladas no seu conceito para receber o passaporte para entrada no céu.


c) Cita nomes de outras igrejas abertamente denegrindo as suas imagens.


d) Por causa dos seus usos e costumes as descaracterizam como espirituais.


e) Tenho a dizer que a nossa guerra não é contra as demais igrejas e, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestes (Ef 6.12).  


 


2. A SUA VIDA É A ÚNICA QUE MERECE A ATENÇÃO DE DEUS


a) Nenhum dos seus irmãos de congregação possui a vida espiritual exemplar igual à dele.


b) Todos os demais estão fora dos propósitos de Deus, só ele que leva a sério a religião.


c) Quando alguém tropeça é motivo de jogar pedra pensando que ele está imune.


d) A auto-exaltação destas pessoas em detrimento das demais os coloca em perigo constante porque deixam de atentar para a Palavra de Deus (Fp 2.3).


e) Tenho a dizer que para ser santo, além de mudar a maneira de viver e mostrar obediência à verdade; precisa ter amor fraternal não fingido, amando ardentemente uns aos outros de coração (1Pe 1.22).


 


3. O SANTARRÃO TEM DIFICULDADE EM ACEITAR OS DEMAIS


a) Ele mostra que é mais crente e espiritual do que os irmãos. Bate no peito e diz: eu não sou como os demais.


b) O santarrão está pronto para condenar tudo e todos.


c) Quem muito acusa está longe dos pés de Cristo, porque o acusador é o Diabo.


d) Ele se julga mais criterioso do que os irmãos, do que a Bíblia e do que o próprio Deus. 


e) O santarrão não aceita mudanças e questiona todas as mudanças realizadas, sem analisar as suas implicações.


f) Tenho a dizer que quando a Bíblia diz: permanecei naquilo que aprendestes é na sã doutrina, sem heresias, perseverando no amor, na fé, na longanimidade (2Tm 3.10-14).


           


4. O SANTARRÃO PODE ESTAR ESCONDENDO ALGUMA SITUAÇÃO DE RISCO


a) Normalmente quando a pessoa quer dar uma de santarrona é porque está querendo esconder algum desvio de conduta.


b) A defesa usada é colocar cargas nos outros que ele mesmo não consegue carregar e desviar a atenção de si mesmo; mostrando uma espiritualidade falsa.


c) Não precisamos falar ou demonstrar espiritualidade, as pessoas verão esta qualidade em nós.


d) Tenho a dizer que não sejas demasiadamente justo; por que te destruirias a ti mesmo? (Ec 7.15-17).


 


CONCLUSÃO. Cuidado! Você que quer dar uma de santarrão, mais cedo ou mais tarde descobrirão as suas mazelas (manchas, feridas e enfermidades espirituais).


 


Reflexão. É melhor ser do que parecer.


               


 


Pr. Valdir Alves de Oliveira


Assembleia de Deus - Águas Claras-DF. 14.04.2009 - Fone: 92829882


www.pastorvaldiralves.com.br - pastorvaldiralves@hotmail.com